20°C 35°C
Cuiabá, MT

Autores de homicídio e esquartejamento de jovem em Cáceres são presos após o crime

Morte da vítima foi autorizada por uma facção criminosa

09/05/2024 às 20h53
Por: Redação Fonte: Polícia Civil-MT
Compartilhe:
 Autores de homicídio e esquartejamento de jovem em Cáceres são presos após o crime

Oito pessoas envolvidas no crime de homicídio e destruição de cadáver que vitimou uma jovem no município de Cáceres (228 km a Oeste de Cuiabá) foram presas em flagrante em ação conjunta da Polícia Civil e Polícia Militar, realizada na madrugada desta quinta-feira (09.05), logo após o crime.

Entre os presos estão cinco homens e três mulheres, que responderão pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, destruição de cadáver, fraude processual e integrar organização criminosa.

A vítima, Mara Sales de Lara, de 20 anos, foi executada com emprego de arma branca (faca), tendo o corpo perfurado e posteriormente esquartejado por membros de uma facção criminosa.

As investigações iniciaram ainda na manhã de quarta-feira (08), após as equipes da Polícia Civil e Polícia Militar serem acionadas sobre o desaparecimento/sequestro da jovem.

Durante todo o dia, os policiais realizaram diligências em buscas da vítima, recebendo por volta das 22 horas, as informações sobre a localização de partes do seu corpo.

Após ser morta, a vítima teve o corpo esquartejado, sendo os braços e pernas colocados dentro de uma mala que foi encontrada em uma região de mata em local ermo. Já a cabeça e o tronco da vítima foram enrolados em um lençol, colocado em um saco plástico, e desovados na MT-343.

Durante as diligências em busca da vítima, foram levantadas informações de que a jovem teria sido levada até um ponto de venda e uso de entorpecentes, no bairro Espírito Santo, onde por volta de 11 horas da manhã, foi dada a determinação de uma organização criminosa para sua execução.

Com base nas informações, as equipes policiais foram até o local, onde encontraram os oito envolvidos no crime. Os suspeitos já haviam lavado a casa para tirar as manchas de sangue e outros indícios do crime, além de terem queimado as roupas da jovem, o colchão e o lençol da cama em que a vítima foi executada.

Diante dos fatos, os envolvidos foram conduzidos à Delegacia de Cáceres, onde foram interrogados e lavrado o flagrante. As investigações seguem em andamento para identificar outros elementos relacionados ao crime, assim como outros possíveis envolvidos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários